[2021] O que é a Mamoplastia Redutora? Entenda neste Guia completo

Quem possui as mamas grandes sabe o quanto é difícil conviver com isso.

Quem já passou por uma cirurgia de mamoplastia redutora pode falar com clareza, qual foi a vantagem de tirar essa sobrecarga das costas e trazer mais conforto para o dia a dia.

Mas afinal o que é Mamoplastia redutora?

mamoplastia redutora

Essa cirurgia é um procedimento maravilhoso, no qual, conseguimos reduzir o tamanho das mamas, ajustar a pele e o tamanho das aréolas para terem um formato mais confortável e agradável. 

É um procedimento que tem seus detalhes técnicos, não é uma cirurgia simples e rápida, podendo durar de 4 a 5 horas. Normalmente é feita sob anestesia geral, e é muito importante que o procedimento seja feito em um ambiente hospitalar, para que a paciente tenha a retaguarda da UTI, caso ocorra alguma complicação. Felizmente é um procedimento que costuma ser muito tranquilo no pós-operatório. 

Mamoplastia redutora: pós-operatório

A paciente não costuma ter muitas dores após a cirurgia, e é necessário cumprir algumas restrições, pois a paciente fez uma cirurgia grande na área do tórax. Logo, é importante entender a necessidade de seguir à risca as recomendações do profissional escolhido. 

Essa é uma área que gosto muito, porque posso ver claramente que esta cirurgia pode trazer muitos benefícios para a vida da paciente.

Conseguimos observar uma melhora no desempenho das atividades e de esforço físico, tais como correr e fazer atividades, nas quais a mama grande sempre atrapalhava um pouco, então, muito mais do que um benefício estético, essa cirurgia traz mais qualidade de vida com toda certeza. 

Outra cirurgia na qual posso ver benefícios à paciente é a mastopexia.

Em sua maioria, as pacientes que fazem o procedimento da mamoplastia redutora são muito gratas por conta da melhora na qualidade de vida.

Porém, é importante que você perceba ser necessário: 

  • escolher um bom profissional, 
  • dedicar um tempo na recuperação do pós-operatório
  • fazer um preparo adequado para cirurgia (observar se você está no peso na qual gostaria durante os próximos anos), pois, a mama é um órgão que tem tecido mamário, mas também tem gordura.

Logo se a paciente tiver uma grande oscilação de peso após a mamoplastia redutora, ela pode perder o resultado muito rapidamente, porque o cálculo do ajuste da pele que irá ficar no tórax, é baseado no tamanho deixado anteriormente, no caso o tecido mamário e a gordura.

Se o paciente emagrecer, a mama terá menos gordura em seu interior e também sobrará pele, fazendo com que haja uma queda muito rápida destas mamas, isso não acontece se houver uma estabilidade de peso, porém acontecerá no caso da paciente emagrecer bastante no pós-operatório.

Então quando você se preparar para uma cirurgia dessa é importante atentar-se ao peso, ao profissional que você vai escolher  e onde essa cirurgia será realizada, mas principalmente, se atentar aos cuidados no pós-operatório atribuídos a você para se ter bons resultados e benefícios durante muitos anos.

Resultados da mamoplastia redutora antes e depois 

A paciente precisa seguir os passos corretamente para que tenha um resultado excelente, e dessa forma conseguimos melhorar muito a qualidade de vida. É uma vida antes e depois da mamoplastia redutora.

Essa é uma área na qual eu falo com clareza que tenho muito apreço porque posso ver claramente que esta cirurgia pode trazer muitos benefícios para a vida da paciente.

Conseguimos observar uma melhora no desempenho das atividades de esforço físico,tais como : correr e fazer atividades na qual a mama sempre atrapalhava um pouco.

Então muito mais do que um benefício estético, essa cirurgia traz mais qualidade de vida com toda certeza.

Em sua maioria, as pacientes na qual atendi para o procedimento da mamoplastia redutora, são muito gratas por conta da melhora na qualidade de vida.

Porém é importante que você perceba que é necessário: escolher um bom profissional( profissionais que fazem parte da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, por exemplo) dedicar um tempo na recuperação do pós-operatório, fazer um preparo adequado para cirurgia ( observar se você está no peso na qual gostaria durante os próximos anos).

Pois a mama é um órgão que tem tecido mamário, mas também tem gordura.

Logo se a paciente tiver uma grande oscilação de peso após a mamoplastia redutora, ela pode perder o resultado muito rapidamente, porque o cálculo do ajuste da pele que irá ficar no tórax é baseado no tamanho que foi deixado anteriormente, no caso o tecido mamário e a gordura.

Seu paciente emagrece, a mama terá menos gordura em seu interior e também sobrará pele, fazendo com que haja uma queda muito rápida destas mamas.

Isso não acontece se houver uma estabilidade de peso, porém acontecerá no caso da paciente emagrecer bastante no pós-operatório.

Então quando você vai se preparar para uma cirurgia dessa é importante atentar-se ao peso, ao profissional na qual você escolheu,  aonde essa cirurgia será realizada e quais são os cuidados pós-operatórios atribuídos a você para que se tenha bons resultados e uma cirurgia que te traga benefícios durante muitos anos.

 Mamoplastia redutora, valor.

O que devo considerar?

É muito comum as pacientes terem dúvidas sobre o valor desse procedimento.

É muito comum as pacientes terem dúvidas sobre o valor desse procedimento.

Outra pergunta muito comum é se os convênios cobrem a cirurgia de mamoplastia redutora, é  importante entender o seguinte: existe uma hipótese de cobertura dos convênios, porém é uma exceção.

  Em via de regra os convênios só têm a obrigação de cobrir essa cirurgia caso a paciente tenha as mamas gigantes, logo, mamas consideradas do tamanho grande e que não são pesadas, não trazem tantas complicações relacionadas a coluna, e ao posicionamento do corpo como um todo, provavelmente não teriam cobertura do convênio.

Neste caso é necessário pensar nos custos relacionados a esse procedimento.

Então se você escolher um bom profissional que irá lhe dar toda atenção durante a cirurgia, para você ter um bom resultado, cuidando com muita atenção no pós-operatório, isso será cobrado para haver uma troca justa.

Além disso, é importante considerar os valores do hospital, é necessário que tenha  uma retaguarda de UTI  e uma equipe treinada

Para concluir…

Tudo isso são pontos que você deve considerar e se responsabilizar para você ter uma boa cirurgia, bons resultados e um bom pós-operatório.

É muito importante que as pacientes entendam os cuidados a serem tomados e a importância da relação de confiança com o profissional escolhido, pois a cirurgia não é tão simples e às duas partes devem estar em comum acordo, além de que, é de suma importância que você esteja bem assistida em um hospital que tenha suporte, caso algo saia fora do esperado. 

O conjunto disso irá trazer um bom resultado no procedimento e um pós operatório satisfatório a longo prazo.

Espero ter esclarecido suas dúvidas sobre mamoplastia redutora neste artigo.

Deixe um comentário